segunda-feira, 4 de abril de 2011

Pensamentos sombrios


By: Monica Blue
Original em inglês no Blue´s Diary

Pensamentos silenciosos
Rostos estranhos
Uma canção sombria em volta do fogo.
A brasa entre seus braços.

Dor profunda da solidão
Divertindo-se com o silêncio da dor
Quero aquecer você nos meus braços.
Não importa o que já viveu.

Algumas cicatrizes são importantes e necessárias
Aproveite o momento
Mesmo quando escorre e esbarra na dor
Prove para mim o gosto do sangue e desse insano amor.

Inconstante e inconseqüente
Alguns incêndios não se apagam com água.
Outros apenas destroem tudo ao redor.
Restando apenas cinzas.

E quando você apenas se sente um nada
E perde a fé até em si mesmo
Reflita o pensamento nesse espelho que eu sou.
Veja a mesma marca que restou.

Algumas vezes você sonha, grita, dança e chora
Outras se ilude e acredita
Ou simplesmente veste as roupas e vai embora.
Carregando mais uma de tantas decepções e mentiras.

Pensamentos sinistros
Corpos ousados e frios
Como seus corações de pedra
Como a adaga que carrega.

Apenas arranque fora meu coração.
Não preciso mais dele.
Faça esse favor.
Eu não preciso mais de um saco para carregar mentiras.

Quando tudo que você acreditou desmoronar
Lembre-se que você quem construiu castelos de vidro.
E eles cortarão suas veias profundamente.
Inundando seus sentimentos com tudo o que restar.

Lembre-se apenas que você vai continuar
Como eu continuo
Nadando em um mar vermelho.
Lutando contra mim mesma
Apenas olhe para o espelho.

Tudo o que você precisa
É o que está lá.
Aquelas lágrimas que você derrama.
Farão você lembrar.

Passos silenciosos
Eu estou aqui em seus braços.
Brasa que queima e arde cicatrizando tudo.
É apenas seu olhar que reflete e me confidencia enquanto o mundo
Permanece mudo.

Nenhum comentário: