domingo, 4 de setembro de 2011

Prometa-me






De: Monica Blue




Eu escuto o vendo entrando pela janela
Ouço o som da sua voz cantando para mim.
Eu estou tentando seguir em frente.
Vivendo de uma forma estranha.

O suave balançar da vela.
O cheiro do insenso.
O milagre da criação.
Estou aprendendo a começar de novo.

Prometa-me que nunca me deixará.
Prometa-me que sempre irá me abraçar.
Como antes e como sempre.
Prometa que ficará.

O trem da saudade parte de sua estação.
Eu levanto no meio da noite.
São tantos sonhos e lugares que queria alcançar.
Não há tempo para fugir.

Você é o único que pode me compreender.
Meu melhor amigo.
Meu grande amor.
Parado em algum lugar na estação da minha memória.

Minhas malas não estão prontas ainda.
Há muito para resolver.
Tanto para escrever.
Até poder estar com você.

O tempo é meu inimigo.
O que parece pouco é muito.
Algumas vezes eu penso em desistir.
Mas você não deixa e me pede para continuar.

Anjo...
Apenas abrace-me como da última vez.
Deixe-me sentir que ainda estou viva.
Em um mundo deserto onde só quero te ver.
Onde me mantenho firme por você.

Não deixe de cuidar de mim e me proteger.
Mostrar o caminho certo para onde devo ir.
Mesmo que não possa vê-lo ou tocar em você.
Eu jamais vou conseguir te esquecer.

Você é o único que pode me entender.
É o único que conhece a canção.
É o viajante do tempo que vive em meu coração.
Minha divina e suprema inspiração.

Onde quer que eu vá.
O que quer que eu faça.
Lá você vai estar.
Envolvendo-me em sua luz.

E assim me sinto salva.
Protegida.
Nos seus braços.
Doce anjo...


Beijos azuis e boa semana a todos!

Nenhum comentário: