domingo, 20 de outubro de 2013

ÚLTIMO TREM PARA CASA NO FORNO



Finalmente terminei o Último Trem para Casa, amanhã vai para a revisão e depois para a gráfica...  Depois de tanto suor e lágrimas...

São 3 am e não consigo pegar no sono, estou ouvindo Sleeping at last cantando "Turning Page" e não tem como a mente e o coração não devanear .a letra parece ter sido escrita exclusivamente para Elizabeth e Richard depois do reencontro duzentos anos depois. "Nada me preparou para o privilégio de ter você" o que mata é ter tão perto e tão longe.



Eu tinha desistido de escrever, entrar de vez na carreira de fotógrafa e apenas ser editora de livros, sem escrever mais, porém essa história merece ser contada da forma completa. O seu tormento e o meu tormento dessa vez, a página que vira e se torna tão surreal. Uma completa maluquice para quem não acredita, mas eu descobri que o que me define é esse amor que corre nas minhas veias e o que me faz forte é acreditar no futuro, no reencontro, no momento que realmente haverá um final feliz. Eu acredito que existirá um final feliz pra tudo isso, afinal, todo esse trabalho e dor não são simplesmente para nada, toda essa distância e sofrimento devem ter uma justificativa. Os milagres, as coincidências, as provas, as certezas.



Quero fechar meus olhos com essa música na cabeça e sonhar, ir para aquele lugar especial, dançar em seus braços, sentir meu rosto colado ao seu peito, sua mão na minha cintura, deixando-me bem junto a você, o seu toque em meus cabelos. Sua energia, sua paz, o seu amor, que emana e me faz me tornar mais forte para suportar toda a provação. Seu suave toque, seus passos que não tocam o chão. Apenas eu e você, a música, e o amor por testemunha.



Essa é a história, esses são os pequenos presentes e os pequenos instantes que se transformarão a certeza que o amor é eterno, que jamais desiste ou se cansa. Eu esperarei, serei forte. Eu continuarei como tem que ser.



Eu vivo para acreditar.



Eu sonho para continuar.



Eu amo para ter forças e não desistir de voltar a te encontrar.



Aprendo a cada dia, e como as coisas mudam...



Amo você e sempre amarei...



Mesmo que esteja só na minha imaginação...



Você é cada página da minha existencia, não apenas uma página virada. É cada letra, cada verso, cada história, cada pensamento.



"Eu esperei duzentos anos, esperaria mil se fossem necessários..."



Agora vou dormir e me concentrar e tentar encontrar com você e se conseguir lembrar não apenas da sensação pela manhã, mas lembrar do seu rosto, como gostaria de ser uma desenhista pra conseguir fazer um esboço do seu rosto para jamais esquecer. Eu me rendo a esses olhos, esse sorriso, mas nada me faz ser mais forte do que a força que vem do seu coração.



Eu vivo para esperar...

Nenhum comentário: