sexta-feira, 2 de abril de 2021

Você e eu

De: Mônica Lopes de Mendonça

Pensamento postado em 2010.


 Você e eu

Vendo você e seus laços.

Almas unidas.
Sonho com você nos meus braços.

Meu coração e corpo só querem você.
Seu charme e seu olhar
Cada vez somos
você e eu.

Sem seu corpo o meu se quebra.
Sem você eu apenas vago solitária.
Não há nada que possa substituir
Eu e você.

Amantes alucinados
Que se perdem em sonhos irreais.
Minha cabeça vive em um universo paralelo.
Com desejos superficiais.

Sozinha eu apenas gasto o meu tempo.
Penso que logo seremos novamente
Um casal apaixonado.
A cola de um coração quebrado.

Diversas vezes experimentamos.
Encontramos tanta dor e sabor.
Bebemos diferentes venenos.
Já suspiramos de amor.

Para cada uma de mim
Há um de você.

Não existe nada que possa ser feito.
Você só tem que chegar até mim.
Descer do palco da vida.
E cantar em uma noite sem fim.

Mais uma vez.
Como antes.
Histórias completamente
apaixonantes.

Nada impede de sermos felizes
Basta que você acorde e se lembre.

Quebre o muro e compreenda:
Que nada é mais especial
Do que você e eu.



terça-feira, 30 de março de 2021

Alguém que eu conhecia

Oi pessoal,

 Esse texto teve muita visualização e muitos comentários de leitores (as) que se identificaram, então resolvi repostar aqui com uma nova "roupagem" espero que gostem.


Alguém que eu conhecia
De: Monica Lopes de Mendonça


Nada pode superar o sentimento de estarmos juntos.
Eu poderia morrer nesse mesmo ponto.
Só teria coisas boas para lembrar?

A rua da tristeza é solitária.
Eu ainda não significo mais do que uma amiga.
Poderia dar volta ao mundo dez vezes.
E ainda assim seríamos apenas  amigos.

É terrível pensar agora que somos apenas conhecidos.
Quantas conversas, beijos e carinhos a luz da lua.
Quantos sonhos e planos.
Quantas músicas dedicávamos um ao outro.

Eu não posso viver desse jeito sendo apenas alguém conhecida.
Algumas vezes nem consigo respirar.
Tenho caminhado solitária pelos becos e ruas da cidade.
Imagino como você está em algum lugar do mundo.

Alguém pendurada em seu pescoço
E esse alguém não sou eu.
A montanha russa tem que parar em algum lugar.
Olhando agora você frente a frente
Parece que somos apenas conhecidos.

Copos de vinho quebrando na festa.
A música estridente misturando-se com a fumaça.
Seus olhos refletem uma verdade que eu não quero saber.
Somos agora apenas conhecidos.

Você me cortou de sua vida.
Agora não somos mais nada.

Tenho força para continuar.
A tristeza não está mais nos meus  ombros.
Sofri o tempo necessário.
Agora você já não representa mais nada.

Eu me levantei, fiquei de joelhos tempo demais.
O mundo é algo belo demais para tampar meus olhos com lágrimas.


Agora você é apenas alguém.
Alguém que eu conhecia.


Beijos de luz