terça-feira, 27 de novembro de 2012

Diamante vermelho


Para quem sentiu saudades dos meus contos aí vai um quentinho. 
Música de inspiração: Diamonds - Rhianna
Versão cover: http://www.youtube.com/watch?NR=1&v=DYDLvQxz3Xk&feature=endscreen
Espero que curtam.

Beijinhos azuis.

Diamante vermelho

De: Monica Lopes




Ele sentiu os olhos vermelhos dela pesando sobre suas costas largas, queimava, ele nem precisava pensar muito em quem estaria ali naquele momento. O público gritava e se agitava enquanto a banda tocava sua música quase uma balada. Ele olhou o copo vazio no balcão e fez sinal para o barman, pediu mais uma dose. Embora litros não fizessem efeito, mas aquele poderoso olhar cortava-lhe a alma. Fechou os olhos imaginando-o frente a frente. Ela dissera que nunca mais o procuraria, mas ele estava enganado em acreditar em sua promessa, sentia a presença dela. Bastava que estivesse na mesma cidade, quanto mais em um ambiente fechado como aquele, sentia seu cheiro, sua energia, seu poder,  compartilhavam do mesmo sangue correndo em suas veias.
Sem conseguir agüentar mais a tentação, Victor virou-se calmamente, o corpo grande, pomposo, nem percebia as jovens que sorriam implorando por pelo menos um olhar daqueles grandes olhos acinzentados. Mas, esses olhos já tinham um foco, um alvo, um par de olhos vermelhos, diamantes inestimáveis que faziam com que todo seu corpo forte se tornasse vulnerável.
Ela sendo notada sorriu maliciosamente, colocando a franja grande atrás da orelha, caminhava lentamente em direção a ele. Parecia tão frágil! Sabia que sua presença era inesperada e ela gostava disso, sentia-se bem em desafiá-lo, estava indo contra suas próprias regras, mas não sabia viver longe dele. Sempre disseram que vampiros eram frios, mas ele não, era quente como uma fogueira em uma noite de luar.
- Como está Victor? – perguntou olhando no fundo daqueles olhos acinzentados.
- Não tão bem quanto você. Estou surpreso em vê-la aqui. – disse soltando um meio  sorriso.
- Algumas vezes temos que deixar o desejo mandar. – respondeu olhando-o firmemente.
- Aceita beber algo?
- Pergunta retórica ou está se oferecendo? – disse soltando uma gargalhada aproximando seu corpo ao dele.
- Apenas gentileza. Disse que não me procuraria mais...
- Nunca ouviu dizer que mulheres mudam de opinião? Estava por perto e resolvi fazer uma visita a um velho amigo.
- Amigo...
- Sim, sempre seremos amigos. – ela disse convicta.
- Pensei que fôssemos mais que isso.
- Não podemos ser mais que isso, você sabe disso.
- Por que não?
- Você sabe... – disse desviando o olhar rubro.
A banda começou a tocar uma música conhecida e que ela adorava, puxou-o pela mão que cabia três da dela dentro.
- O que está fazendo? – ele perguntou.
- O que acha? Vamos dançar juntos.
- Sabe onde isso vai acabar. – ele disse confuso.
- Não me importo, vim por você.
Ela colou seu corpo ao dele, como se fossem um, encostou sua testa no queixo dele, como tinha sonhado com aquele momento, sempre quis mais do que possível, mas não podia se prender a ele pela eternidade, tinha suas coisas a fazer. Ele era metódico e melancólico, não era muito dado a mudanças. Ao contrário dela que necessitava de novas coisas, novos desafios. Ela fechou os olhos e ficou sentindo o calor que exalava daquele corpo másculo, aqueles cabelos negros como a noite, em um penteado pra cima, na moda. Ele sempre seguia a moda. Ele não imaginava o quanto ela o desejava, mesmo que por um momento, o momento. Porque cada um era único. Não queria mostrar seus fortes sentimentos, era melhor não se apegar, não deixar que ele percebesse que ela sentia o sangue dele correndo em suas veias todas as noites.
O cheiro que ela exalava era inebriante, ele não conseguia se controlar, parecia estar perdido em algum sonho onde tudo era quente e romântico. Acariciou os longos cabelos negros dela. Parecia que a noite a cobria, apesar do vestido vinho e os lábios da mesma cor. Não quis perguntar nada, sabia que ela se esquivava das perguntas como ele se esquivava das espadas. Se bem que ela era sua espada mais perigosa, pois atravessava seu coração. A excitação do momento era tanta que ele não agüentava mais, queria perguntar por quanto tempo ela ficaria dessa vez, mas ela percebendo a excitação sabia que ele perguntaria isso e colocou o dedo nos lábios dele, impedindo-o de fazer a pergunta, depois aproximou seus lábios ao dele.
- Vamos dar uma volta. – ela disse puxando-o pela mão.
Ele não sabia quanto tempo agüentaria. Todo seu corpo clamava por ela: pelo seu corpo, pelo seu  gosto, pelo seu sangue. Chovia. Os pingos frios caíam em seus corpos, mas o calor do desejo vencia o frio, ele não agüentando mais de tanto desejo empurrou-a na parede e começou a beijá-la ardentemente. Aos poucos ela foi cedendo amolecendo o corpo, misturando-se com ele e tornaram-se um só, ele a mordeu, sentindo seu gosto, o gosto do seu sangue rubro, seu diamante vermelho. Ela entregou-se completamente a ele, tomando as atitudes, ele puxou-a pela mão até chegar em sua casa. Próxima dali. Queria-a só para ele, seus corpos molhados e quentes foram tirando a roupa, ficando apenas seus corpos nus e quentes. Enquanto a mordia e era mordido Victor sabia que aquele momento era único e aproveitou cada minuto de Lya em seus braços. 
Após o êxtase dormiram abraçados, ambos sentindo-se completos e não mais um solitário eterno. Ele adormeceu e ela ficou deitada em seu peito ouvindo sua respiração. Tudo o que desejava era ficar ali até o fim de sua vida, mas tinha outras prioridades do que o seu desejo, precisava ser forte o suficiente para separar-se dele novamente. Levantou-se e vestiu-se. Deu mais uma olhada naquele corpo perfeito completamente adormecido e sentiu uma lágrima escorrer pelo seu olho, uma lágrima rubra, como seus olhos.  Fechou as cortinas escuras para que o sol não perturbasse o sono de seu grande amor. Por um breve momento ficou em dúvida entre ficar ou ir, mas a missão a chamava, um dia poderiam ficar juntos para sempre. Um casal imortal, agora não. Não resistindo foi até ele e pousou-lhe os lábios nos lábios dele, agora mais frios do que antes. Tirou um colar com uma pedra de rubi pendurada do pescoço. Escreveu um bilhete e deixou ambos na mesa de cabeceira.
Abriu a porta e entre ir ou ficar, foi, deixando seu amor para trás mais uma vez. Foi embora rapidamente o sol não tardava em aparecer e ela precisava de um lugar para se abrigar.
Victor abriu os olhos e sentou-se na cama, ela não estava mais lá. Sabia que ela faria isso, como as outras vezes. Esmurrou o travesseiro, perguntou-se porque se deixou vencer pelo cansaço e desmaiou, tinha que ficar alerta e pedir para ela ficar. Tentaria, talvez conseguisse convencê-la desta vez. Viu sobre a mesa o colar dela e o bilhete, pegou um em cada mão e sentou-se na cama.
“Foi ótimo, deixei meu bem mais precioso, volto para buscá-lo.”
Ele olhou para aquela pedra vermelha, lembrou-se imediatamente dos olhos dela. Será que essa pedra era seu bem mais precioso? Teria que esperar a próxima vez que ela resolvesse aparecer para buscar seu diamante vermelho.

Fome

Ando com fome, fome de ver, ouvir e viver. Depois de 2 anos lutando contra mim mesma chega o momento de encontrar o que ficou para trás ou encontrar o novo que busco agora.
Descobri que:

1 - Seu amigo verdadeiro não é aquele que passa a mão na sua cabeça, mas segura sua mão até o fim.
2 - O que foi jamais voltará a ser o mesmo.
3 - Existem várias maneiras de ver a mesma situação ou o mesmo filme;
4 - As músicas que amo jamais deixarei de amar;
5 - Que aquilo que amo fazer é escrever;
6 - Não há nada de novo no mundo.
7 - Bridget sempre Bridget.

É isso, por enquanto.......


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Lar

Boa tarde amigos,

Tem dias que a gente acorda com a sensação que deixou algo para trás, algo como o paraíso ou coisa parecida. Hoje estou com essa sensação, que uma parte de mim ficou no meu sonho junto a algo muito bom, como um pequeno milagre. Dois grandes brigadeiros e um litro de lágrimas não conseguiram repor o vazio que ficou dentro do peito e da alma. E como saber o que deixei? ou o que vivi? Não tem jeito, o lar agora é aqui e devo viver conforme suas regras. Como tudo muda nesse mundo, nada fica parado, nem sentimentos, nem coisas, nem nós. Somos mutáveis, sim, somos seres que mudam de opinião direto. O que importa mesmo é o que somos, a nossa essência, nossa alma. Temos tanto a aprender e tão pouco tempo...
Eu já me achei indesejada;
Eu já me achei inútil;
Eu já me achei um nada.
Só que descobri que sou apenas o reflexo de tudo que vivi, um amontoado de cicatrizes que foram se reunindo em minha alma imortal. Tem horas que dá vontade de desistir, mas seria covardia demais. Sou bem mais que isso, a luz me leva de volta ao meu lar. Sempre.
Nunca desista, você pode mais, sempre. Mesmo que pareça que tudo está acabado há muito ainda por vir de bom e de ruim. Tire essas lágrimas dos olhos e siga em frente. Seu rosto de anjo precisa apenas de coragem, essa você tem de sobra então prossiga, o caminho é todo seu.


Você é minha rocha
Quando acho que tudo desmorona
Você vem e segura minha mão.
Quando me sinto decepcionada
Você me levanta do chão.
Algumas coisas não mudam.
Outras não ficam como são.
Estar com você é o que eu quero.
 Não precisamos de palavras.
Porque você é minha casa.
Você está nos meus ossos.
Algumas vezes eu desisto.
Você não me deixa ir.
Eu sei que vamos sempre tentar.
Não precisamos de palavras.
Eu tentarei ficar junto a você
Quando as lágrimas escorrem pelo meu rosto
É sua mão que as seca
Quando a tristeza canta na minha voz
É sua música que cala.
Você é tudo que preciso.
A porta para o céu.
Quando a decepção me joga.
Você vem e me levanta do chão.
Erros perdoados
Porque somos mais do que carne.
Você é minha casa.
Eu não quero perder você.
Eu quero sempre você comigo.



segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Salvação


Por: Monica Lopes

Fácil vem, fácil vai
Como um beijo de verão
Onde ficou o amor?
E apenas uma granada?
Que destrói tudo por onde passa?
Trevas, olhos, medo
Quem me salvará dessa trágica situação?
Eu espero por você
Meu herói particular
Espero em meus pesadelos
Nas noites sombrias e solitárias
Cadê você pra me tirar daqui
Eu espero fechando meus olhos
Esperando que você chegue logo
E jogue sua granada e exploda tudo de uma vez
Assim eu talvez possa morrer e viver em sua companhia.
Você sabe quando eu quero desistir
Mas tudo começa de novo
Será que haverá uma salvação pra mim
Que não seja longa demais
Ou meu lugar é aqui mesmo no tormento?
Em algum lugar deve haver paz e sossego.
Roupas pretas dando lugar as brancas.
Eu não agüento mais viver assim
Acreditando no que me diz e nada mudando
Eu me sinto uma estranha em um mundo perdido sem lei.
Salve-ve  me antes que eu me perca.
Antes que seja tarde demais pra resistir.
Espere por mim e me leve daqui.
Perdoe-me por ser eu.
Só você pode me tirar dessa lama.
Venha logo antes que não sobre mais nada de mim.
Sei que é longe, mas não pra você.ê.

Nada


Por: Monica Lopes
Nada será como era quando estávamos juntos
Agora tudo morreu
O que sobrou foi uma pintura desgastada
E uma sinfonia
Tanta tristeza e tanta dor
E ainda pensou que podíamos ser amigos
O que sobrou é menos do que nada
Você foi apenas alguém que eu conheci
Tantos planos para o lixo
Eu não vou viver lamentando o que você preferiu
Pra mim agora você é um nada
Alguém que conheci em alguma esquina.
Apenas um alguém nada mais que isso.
A sombra de algo que se foi.
Um erro de cálculo quando achamos
Que seríamos felizes para sempre
Que eu morreria por você.
Agora tudo acabou
Até mesmo a tristeza do fim.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Criança


Por Monica Lopes


Houve um tempo em que eu era criança, e naqueles dias de criança, em que a gente ficava de short e camiseta de malha de algodão – às vezes de calcinha mesmo – tomávamos banho às quatro, cinco da tarde, e curtíamos o anoitecer. Brincávamos na calçada de casa ou na de vizinhos que, colocavam suas cadeiras do lado de fora para aproveitar melhor a fresca, como se dizia. Todos os pais dos amigos eram confiáveis, brincávamos sem qualquer preocupação. Como era um tempo bom, o cheiro da noite, das árvores com damas da noite exalando aquele odor inebriante, a lua acesa no céu iluminando a rua, as estrelas sorridentes e as pessoas gargalhando e com um assunto corriqueiro, enquanto ainda aproveitávamos aquele tempinho antes de entrarmos para dormir e esperar o novo dia.
Hoje tão diferente, os filhos não conhecem os filhos dos vizinhos, as amizades de escola se mantém só dentro dos muros de lá. Não confiamos mais no próximo como antes, vivemos uma total insegurança. Vemos a todo momento histórias de abusos, assassinatos e maldades com crianças, vitimas silenciosas e inocentes, como aquelas crianças que já fomos um dia.
Babás hoje em dia são televisões, vídeo games e computadores. Até colocarmos alguém para cuidar de nossos filhos é perigoso, batem, maltratam e acabamos reféns de pessoas que deviam amar crianças, mas só se preocupam com o dinheiro que será pago no final do mês.
Preferia o mundo de pique esconde, pique pega, amarelinha e salva bandeira. Preferia o mundo de faz de conta, de casinha, de sonhos e esperanças. Preferia um mundo em que os adultos cuidavam e amavam as crianças e não as via como presas parar suas doenças. E se aparecesse alguém que se comportava de forma inadequada os próprios vizinhos tomavam atitude, fazendo com que essa pessoa saísse da comunidade.
Mundo de sonho, um mundo que queria apresentar para os meus filhos. Deixei de trabalhar fora, passei a cuidar deles, só sair no período que estão na escola, ou depender da casa das avós para deixá-los em segurança enquanto trabalho. Eles não sabem o que é brincar na rua, ter amigos vizinhos. Deus me deu o segundo filho para fazer companhia ao primeiro e juntos são os melhores amigos. Dependem da amizade dos primos e primas para terem outras crianças para brincar. Os muros altos e portões eletrônicos os separam das outras crianças da rua. Que pena! Sinto que somos reféns de uma luta difícil de acabar. Onde a violência e a falta de amor ao próximo é o nosso inimigo que mora ao lado.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Apenas

                              Sou apenas uma nuvem branca em um céu tempestuoso...

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

A prova de balas

Por: Monica Lopes

Tantos corações partidos
eu apenas não consigo compreender.
Deve ser por que nos entregamos demais
a este amor.

Tantas vezes que caio.
Nem sei contar.
Sei que tenho que levantar a cada queda.
Proteger meu coração de cada tiro.

Você está tão longe de mim.
Que chega a me rasgar por dentro.
Essa dor insana que destrói tudo.
Tive que aprender a ser a prova de balas.

Eu sou feita de titânio.
Sinto seu olhar gelado sobre mim.
Distante, mas constante.
Apenas não desista ainda.

Você observa em silêncio
esperando que eu aprenda.
A hora certa de voltar.
O momento de abrir seus braços.

Aprendi a ser de titânio.
Totalmente a prova de balas.
De carne, sangue e ossos de titânio.
Apenas tente me compreender.

Somos feitos de materiais diferentes.
tanto a perder.
tanto a aprender.
apenas fecho meus olhos e rezo.

Sei que é uma loucura.
Esperar que você me leve daqui.
Eu continuo caindo e levantando.
No meu próprio mundo.

Vou me arrastando por esse chão.
A prova de balas, mas sangrando por dentro.
Ricocheteia, titânio.
Espero o perdão.

Tivemos tanto sofrimento.
Perto, longe, perto.
Inacreditável.
Tão longe, longe, longe.

Eu sou a prova de balas.
Feita de titânio.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Alguém que eu conhecia


Hey pessoas queridas, depois de um tempo sem postar aqui estou de volta depois das merecidas férias. Segue um pensamento acabado de sair do forno. Sabem que eu escrevo ouvindo música, essa foi inspirada na música do Gotye "Somebody that i used to know" espero que gostem.

Alguém que eu conhecia
De: Monica Lopes 


Nada pode superar o sentimento de estarmos juntos.
Eu poderia morrer nesse mesmo ponto.
Só teria coisas boas para lembrar?

A rua da tristeza é solitária.
Eu ainda não significo mais do que uma amiga.
Poderia dar volta ao mundo dez vezes.
E ainda assim seríamos apenas  amigos.

É terrível pensar agora que somos apenas conhecidos.
Quantas conversas, beijos e carinhos a luz da lua.
Quantos sonhos e planos.
Quantas músicas dedicávamos um ao outro.

Eu não posso viver desse jeito sendo apenas alguém conhecido.
Algumas vezes nem consigo respirar.
Tenho caminhado solitária pelos becos e ruas da cidade.
Imagino como você está em algum lugar do mundo.

Alguém pendurado em seu pescoço
E esse alguém não sou eu.
A montanha russa tem que parar em algum lugar.
Olhando agora você frente a frente
Parece que somos apenas conhecidos.

Copos de vinho quebrando na festa.
A música estridente misturando-se com a fumaça.
Seus olhos refletem uma verdade que eu não quero saber.
Somos agora apenas conhecidos.
Você me cortou de sua vida.
Agora não somos mais nada.

Tenho força para continuar.
A tristeza não está mais nos meus  ombros.
Sofri o tempo necessário.
Agora você já não representa mais nada.

Eu me levantei, fiquei de joelhos tempo demais.
O mundo é algo belo demais para tampar meus olhos com lágrimas.
Agora você é apenas alguém.
Alguém que eu conhecia.


Beijos azuis e bom final de semana :D

quinta-feira, 5 de julho de 2012

                                                                      Passos


Um dia finalmente eu descobri que sempre existirão novos sonhos, novos anoitereces, novos amanheceres, novas pessoas, novos abraços, mas só o que é verdadeiro permanece,
Assim como a alma é eterna, vamos seguindo sempre em frente conhecendo um mundo totalmente novo que vai se abrindo a cada passo que damos. O futuro é o fruto do hoje e não adianta ficar presos com algemas no passado, porque nada fará com que ele mude, o importante é ter a humildade de compreender que apesar da nossa alma eterna somos humanos e estamos em constante aprendizado, tropeçando, caindo, aprendendo, sorrindo e chorando. E aqueles que te amam de verdade estarão sempre ao seu lado, nos piores e nos melhores momentos, mesmo que em alguns momentos eles se distanciem para dar tempo para que você se encontre e possa voltar a necessitar de sua companhia novamente.
A verdadeira amizade e o verdadeiro amor são eternos e nada é capaz de destruir para aqueles que conhecem uma palavrinha mágica e tão gigantesca que é o perdão. Lembrando que pedir perdão não é vergonha, mas sim demonstração que você se importa mais com o seu sentimento pela outra pessoa do que seu ego e orgulho. Perdão a todos pela minha ausência. 



   


domingo, 24 de junho de 2012

Hoobastank - The Reason (Tradução)

Hoje estou curtindo uma música linda  (Hoobastank - The Reason), gostaria de compartilhar a tradução com vocês.

A Razão


Eu não sou uma pessoa perfeita
Há muitas coisas que eu gostaria de não ter feito
Mas eu continuo aprendendo
Eu nunca quis fazer aquelas coisas com você
E então eu tenho que dizer antes de ir
Que eu apenas quero que você saiba


Eu encontrei uma razão para mim
Para mudar quem eu costumava ser
Uma razão para começar de novo
E a razão é você


Eu sinto muito ter te magoado
É algo com que devo conviver todos os dias
E toda a dor que eu te fiz passar
Eu gostaria de poder retirá-la completamente
E ser aquele que apanha todas as suas lágrimas
É por isso que eu preciso que você escute


Eu encontrei uma razão para mim
Para mudar quem eu costumava ser
Uma razão para começar de novo
E a razão é você
E a razão é você
E a razão é você
E a razão é você


Eu não sou uma pessoa perfeita
Eu nunca quis fazer aquelas coisas com você
E então eu tenho que dizer antes de ir
Que eu apenas quero que você saiba


Eu encontrei uma razão para mim
Para mudar quem eu costumava ser
Uma razão para começar de novo
E a razão é você


Eu encontrei uma razão para mostrar
Um lado meu que você não conhecia
Uma razão para tudo que faço
E a razão é você
 
Bravo@^@
 
Boa semana galera!

sábado, 26 de maio de 2012

A vida segue...

por Luís Fernando Veríssimo
"Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado.

Às vezes nos falta esperança. Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa.

Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar...é nossa razão de existir.

Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino.

Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração
pela falta de uma única pessoa.

Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver,
até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um pôr do sol, a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto. É a força da natureza nos chamando para a vida.


Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança, te traíram sem qualquer piedade.

Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo.

Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, e por isso nunca fizeram amor,
apenas transaram...

Descobre também que outras disseram eu te amo uma única vez.E agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá ajudá-las a reconstruir um coração quebrado.

Assim ao conhecer alguém, preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu, são fatores
importantes: a relação com a família, as condições econômicas nas quais se desenvolveu.
(dificuldades extremas ou facilidades excessivas formam um caráter), os relacionamentos anteriores
e as razões do rompimento, seus sonhos, ideais e objetivos.

Não deixe de acreditar no amor. Mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém
que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá.
Manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam. E certifique-se de que quando estão juntos, aquele abraço vale mais que qualquer palavra. Esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa te deixar, então nada irá lhe restar.

Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento, manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco.
Pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda
mais intenso, do que teria sido no passado.

Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário. Existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo. A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna. A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não
esteja apenas de passagem... "

O importante é continuar, mesmo quando tudo o que desejamos é mandar todo mundo pro inferno!

Beijos azuis e ótimo final de semana

Triângulo amoroso

Por: Monica Blue

E que o Lancelot continue bemmmmmm longe em seu cavalo.
Sim. Por que coitada da Gienevere, ter que escolher entre o Rei Arthur e ele. Aí está a questão: Por que toda história de amor tem que ter um triângulo amoroso? Não faz sentido, sempre existirá nos filmes uma mulher para dois homens decidirem quem ficará com ela, esse é o sentido do amor? Afinal o Rei Arthur é o Rei Arthur e não precisa brilhar sob a luz do sol! hehehehe - Amor é convivência, compartilhar, conversar, ombro, colo, companheirismo. 
Mas vamos lá para explicar um pouco a minha ideia de hoje a respeito do assunto, parece que os filmes e livros querem nos fazer acreditar que sempre existirá o perfeito e o que precisa...

Só alguns exemplos:

Lancelot - O primeiro Cavaleiro - A história é focada no triangulo amoroso, onde o velho rei não quer perder o amor nem o poder, a jovem esposa fica dividida entre a lealdade ao marido e o amor por um homem mais novo, e o jovem guerreiro que, apesar de ser leal ao seu rei, não quer perder seu verdadeiro amor.
O Diário de Bridget Jones - A jornalista que passa dois livros ou três filmes entre o advogado Mark Darcy o editor Daniel Cleaver.

Quem Vai Ficar com Mary?
Um nerd do colégio perde a chance de levar a menina mais popular da escola na noite de formatura e também perde contato com ela. anos mais tarde, ele contrata um detetive para encontrá-la, mas o detetive acaba também se apaixonando por ela.

Entre Dois Amores

Uma baronesa dinamarquesa - Meryl Streep -, casada por conveniência com um barão - Klaus Maria Brandauer - é uma mulher forte, que cuida de uma plantação de café na África, onde conhece um misterioso caçador - Robert Redford -, por quem se apaixona. clássico de Sydney Pollack, vencedor de sete Oscars em 1985)

Simplesmente amorNuma tentativa de curar seu coração, um escritor (Colin Firth) parte para o sul da França e lá acaba se apaixonando. Karen (Emma Thompson) desconfia que Harry (Alan Rickman), seu marido, a está traindo.

Vida bandidaQuando o irresistível Joe (Bruce Willis) e o hipocondríaco Terry (Billy Bob Thornton) fogem da prisão, eles decidem aplicar uma série de roubos a banco de Oregon até a Califórnia. Até que em meio a um assalto eles encontram Kate (Cate Blanchett) por quem logo ambos se apaixonam.

CrepúsculoO filme é de qualidade duvidosa, mas um triângulo amaoroso envolvendo uma mortal, um vampiro e um lobisomen tem de estar nessa lista.

Tenha fé
Três amigos de infância, um padre, um rabino e uma atraente empresária se reencontram a passar a relembrar a vida e questionar a fé.
E assim vai, por que será?

Bom para refletir!

Beijos azuis

terça-feira, 22 de maio de 2012

Passado x presente x futuro

Há coisas que ficam no passado, outras no presente e algumas no futuro e quando tudo se mistura em uma nuvem complexa e desconexa, o que fazer?
Dar um passo para frente.
Dar um passo para trás.
Ficar parado e esperar acontecer.
Ou simplesmente esquecer?

A metade da maça

Existem coisas incompreensíveis, assim como o sorriso de quem se ama de manhã que é o verddadeiro raio de sol.

Essa música marcou muito o dia de hoje, quem quiser ouvir está disponível no youtube.

A Metade Da Maçã

Roupa Nova

Composição: Ricardo Feghali/Kiko/Nando
Eu sou a voz amiga
Eterna, apaixonada
Eu nasci junto de você
Imaginando amores
Harmonizando as dores
Eu cresci perto de você
Afagando suas mãos
Tudo o que pedir seu coração
Em nome desse amor eu vou
Recriar o mundo
Cada segundo
Em nome desse amor eu vou
Te entregar um sol toda manhã
Eu canto o teu futuro
Tocando o teu passado
Eu venci tudo por você
Eu danço nos teus sonhos
Tornando eternos beijos
Sempre aqui, pronto pra você
A metade da maçã
Juntos ontem, hoje e amanhã
Em nome desse amor eu vou
Recriar o mundo
Cada segundo
Em nome desse amor eu vou
Te entregar um sol toda manhã

quarta-feira, 16 de maio de 2012

"Que as minhas imperfeições e medos não me façam desistir de lutar e sonhar."

Monica Blue

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Um novo dia

De: Monica Blue

Um dia você percebe que anjos não precisam de asas.
Compreende que eles não precisam voar.
Percebe que estão tão próximos que nem precisamos tocar
porque está dentro de nós pulsando em nossos corações.

Um novo dia começa
e você finalmente entende que existem anjos espalhados
por vários lugares
e através deles
Deus, o criador, a luz, ou como quer que denomine
te envia uma mensagem única
de vários pontos.

Que não se conhecem, nem vivem em redes sociais compartilhadas
pessoas de longe, de perto, do outro lado, além.
Todos transmitindo a mesma mensagem
aquela pra você ter a certeza de que não é imaginação.

A que um novo dia começa
E esses anjos são nossos amigos
que pressentem, intuem ou simplesmente aparecem.

Após uma longa separação
um breve momento de distração
e tudo acontece
uma vida se passa.

Então vem o novo dia anunciado
onde tudo vai se renovar
porque você é forte
você é grandioso
é semelhança
é fortaleza
é calor pulsante.

Um novo dia para respirar fundo
pôr em prática sonhos engavetados
ou alguns ainda nem sonhados.

Eles aparecem, de várias formas
sussurrando, escrevendo, dizendo.
Você não está aqui apenas para deixar a vida  passar
como uma folha em branco
ou um saquinho de plástico ao vento.

Há um motivo
e há o momento.

E esses anjos anônimos ou não
sabem quem são.

E eu os amo tanto, do fundo da minha alma
e do meu coração.

Sim eu continuo, porque um novo dia chegará
o dia certo.
O merecido.
O escolhido.
O meu dia favorito.

O do retorno.
do sossego.
do abraço
do aconchego.

Enquanto isso,
vamos pois a vida é breve.
e o ontem é ontem
passado é passado
e o amanhecer está chegando.

Obrigada a todos que fizeram o amanhecer de hoje se tornar diferente pra mim.

Amo vcs sempre.

Beijos azuis com doses de violeta e arco-íris.

sábado, 5 de maio de 2012

Saudade...

"Amo-te como a planta que não floriu e tem
 dentro de si, escondida, a luz das flores,
 e, graças ao teu amor, vive obscuro em meu corpo
 o denso aroma que subiu da terra.

Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde,
 amo-te diretamente sem problemas nem orgulho:
 amo-te assim porque não sei amar de outra maneira,

a não ser deste modo em que nem eu sou nem tu és,
 tão perto que a tua mão no meu peito é minha,
 tão perto que os teus olhos se fecham com meu sono."
(Pablo Neruda)

Ai como dói a saudade!
Ai como castiga a distância...

domingo, 22 de abril de 2012

Medo

Que o medo não me impeça de seguir
que o desconhecido não me faça desistir
que a vontade me faça prosseguir
que a fé me faça acreditar
que a verdade faça tudo iluminar
que o desejo me faça sorrir
que o sonho me faça voar
que os caminhos me façam ir
que o amor me faça acreditar
que a alegria me faça cantar
que a poesia me faça escrever
que o tempo não me leve...voce!

domingo, 15 de abril de 2012

Música do Coldplay - Paradise Legendada

Um clipe feito por mim, tentei traduzir em imagens o que sinto ouvindo essa música. Espero que gostem.
Beijos azuis e ótimo domingo!

http://youtu.be/RPvR_3xp5iU

quarta-feira, 11 de abril de 2012

ESTREANDO


Estreando o visual novo do blog que ficou lindo! Feito pela minha guardiã querida Rayane.
Obrigada anjinha violeta.
Beijos azuis espero que gostem do novo visual.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Branca de Neve

Branca de Neve...

Branca de Neve está em alta, depois do seriado "Once upon a time", que estreiou ano passado, chegará este ano aos cinemas dois filmes com a mesma história sobre focos levemente diferentes: Um mais sombrio: Branca de neve e o caçador com a belíssima Charlize Theron e um mais colorido: Espelho, espelho meu com a linda Julia Robert.

Eu tenho uma paixão especial por esse conto de fadas, é um dos meus preferidos. Então, quem gosta desse conto de fadas como eu, resta esperar os filmes estrarem, mas, enquanto isso, essa semana foi postado o 16 episódio do seriado "Once upon a time".

Segue o vídeo do trailler do: Branca de neve e o caçador contando com a participação de Kristen Stewart a Bella de Crepúsculo como Branca de neve.
Então balde de pipoca na mão, refrigerante na outra e é só sonhar!!!!
E claro, escolher sua Branca e sua madrasta preferida.




Branca de Neve e o Caçador
( Snow White And The Huntsman )

Espelho, Espelho Meu
( Mirror, Mirror )

Era uma vez
( Once upon a time )



quinta-feira, 15 de março de 2012

Despedida

Você se foi
como alguém que desperta de um sonho
e deixa pra trás o mundo que viveu.
Você se foi
tomou uma decisão como um passarinho
que decide qual horizonte seguir.
Ninguém jamais saberá o motivo
A incógnita e a dúvida sempre me acompanharão.
Assim como a sua ausência.
Saber que não tive chance de dizer adeus.
Você se foi
antes que o errado pudesse se ajeitar
esquecendo a chama de vida que pulsava dentro de ti.
Simplesmente um click.
E tudo se esvaiu
como um buraco em um balão cheio de água.
Como a chuva que teima em cair em pleno verão.
Sentirei sempre sua falta.
Por que amizade verdadeira é eterna.
E não acho covardia o que fez.
apenas não concordo com sua decisão.
Mas que sou eu para dizer o que você teria que fazer.
ninguém pode saber o que se passou com você
exatamente naquele momento de dor.
Sei que um dia iremos nos reencontrar
e espero ver seus lindos olhos doces novamente.
Seu sorriso de garoto que iluminava tudo ao redor.
E a sua alegria de viver contagiante.
Suas palavras únicas, sua música, seu violão.
"Ki bobera"
"Discipuletes"
E outras tantas que faziam parte de você.
Tantas recordações e tanta saudade.
Você desistiu.
Deve ter o seu motivo.
Espero que se arrependa e seja resgatado logo.
Do poço de dor que deve estar.
Amarei sempre você, meu querido amigo.
Segue em paz.
Que a fé que você tinha te dê forças
para encarar sua nova jornada.
Vá pássaro dourado
em busca do mundo encantado
aquele que esperamos existir
onde não haja tanta dor
como aqui.

sexta-feira, 2 de março de 2012

Conto de Fadas


De: Monica Blue
Não quero pena, quero compreensão.
Não quero bronca, quero amor.
Buscando alguém para compreender
não sei mais onde procurar na escuridão da noite
Eu sou uma bagunça completa
É tudo tão vazio e silencioso em mim
Sou um erro na névoa escura.
Apenas uma alma solitária.
Eu tento ser forte até quando não sei.
Tudo desmorona ao meu redor.
Eu quero voltar ao que era
mas o corpo e a alma estão cheio de cicatrizes profundas
Eu tenho que seguir por mim mesma
e esquecer os contos de fadas.
Eles já não existem mais
Eu apenas queria ficar e ir em frente,
mas há algo de sombrio e triste
que me fascina e me seduz.
Vou me afastando de você
e do que procuro tanto
o que mais preciso pra viver
o amor.
Seus olhos como faróis na minha escuridão.
Seu sorriso meu doce troféu.
Quantas vezes é preciso me perder no caminho?
Retornando sempre ao início desse labirinto sem fim.
O conto de fadas se foi
e só desejo saber por quê.
Sinto-me tão só
e tão perdida
confusa nas minhas próprias complicações.
Tento me compreender.
Conversar com a tristeza.
Entender um amor que nunca vem
um conto de fadas que jamais existirá.
Eu passei a vida inteira
mentindo pra mim mesma.
Ser especial não é esperar por um príncipe
ou um amor verdadeiro.
Ser feliz não é utopia.
Sonhos não são impossíveis.
Eu só preciso ser forte e lutar
Descobrir que não sou uma princesa.
Sou uma guerreira.
Uma mulher comum,
que acorda todos os dias
enfrentando um mundo torto.

quinta-feira, 1 de março de 2012

Anjos Caídos

Hoje acordei com Bia, Nina, Phillippe, Miguel e Gabriel sussurrando em minha mente, então vai aí um clipe com a cara deles pra vocês que leram e conhecem a história.
Vejo-os em breve!


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

David Garrett




Para quem gosta de música pop, rock e clássica, há um músico misturando os três fazendo um super som, eu adorei, o nome dele é David Garrett e está fazendo sucesso no Japão, Alemanha e Estados Unidos.
Nasceu na Alemanha em 1980 e com quatro anos seu irmão mais velho ganhou um violino de seu pai, ele se interessou no instrumento e no ano seguinte ganhou um concurso não parando mais desde então. Com dezenove anos entrou na escola de música em Nova York Juilliard School formando-se em 2004.
Em 2008 ele lança o álbum Encore com o objetivo de despertar o interesse dos jovens na música clássica. Contendo alguns arranjos e composições de sua autoria. Atualmente dá concertos que incluem sonatas clássicas (acompanhado por um grande concerto de piano), arranjos e composições, bem como canções de rock e temas de filmes. Já tocou em Roma, Nova York, Hong Kong, Berlim e Londres.
Em seus shows toca Nirvana, Michael Jackson e outros. Dando um toque clássico às músicas, além da sua beleza angelical.
Uma lista de seus álbuns:
• Livre (2007)
• Virtuoso (2007)
• Encore (2008)
• David Garrett (2009)
• Romance clássico (2009)
• Rocha Sinfonias (2010)
• Legado (2011)
Dentre outros que ele participou.
Vale a pena conferir, no youtube pode-se encontrar vários clipes dele.

Everesleeping

http://www.youtube.com/watch?v=9Qxu41eoSmY&feature=related

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Poster Amanhecendo


By Robson Reis

De rival a sogro essa saga tem muita diversão ainda....rsrsrsrs

Acompanhe a saga....


http://crepusculinho.blogspot.com/2012/02/amanhecendo-primeiro-poster.html

Bela Vampira



Tive que postar aqui a Bela Vampira By Robson Reis. Ela e o Edu, demais, kkkkkkk

Amanhecendo. Acompanhe a saga no site do Robson Reis.

Beijinhos



Realização


Por: Monica Lopes

Há pelo menos mil anos eu amo você.
Os corações batem fazendo promessas na escuridão da noite.
Tento ser corajosa e lutar contra leões todos os dias.
Eu morro um pouco a cada dia esperando por você.
Mas o amor me move em frente.
O tempo passa diferente para nós dois.
Parece tão lento quando se está aqui no meu lugar.
Cada vez que respiro, cada vez que sonho, porque não posso ficar com você?
Eu morreria para estar com você todo momento.
Mas tenho que esperar mais algum tempo.
Algumas vezes jogo as armas e penso em desistir de vez.
Porém, acredito que nenhum momento estou sozinha nesta jornada.
Você pega na minha mão e me trás de volta aos trilhos.
Você está sempre comigo invisível aos olhos, mas visível ao coração.
Tão perto....
Tão longe...
Eu morro um pouquinho a cada dia para que o tempo passe mais rapidamente.
Eu amarei você pela eternidade
E ainda mais que isso.
Não gêmeas, mas almas que se entendem e que se completam.
Luzes que se fundem e se unem eternamente.
Em um momento de sublime paz e felicidade.
Lutarei e serei corajosa.
Esperarei por esse momento.
O momento da realização.
O instante que estaremos juntos em uma só energia, completos, intensos, felizes.

By: Monica Lopes

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Nova Chance


By Monica Lopes de Mendonça

Quando eu pensei que não havia mais como levantar.
Acreditei que a pedra fosse maior que eu.
De joelhos feridos eu pensei longe.
Tive apenas duas opções:
Em me reerguer
ou desistir.

Não adianta insistir
Se não tiver forças para continuar.
Eu sempre poderei fraquejar.
O importante é continuar a tentar.
E em um mundo tão incompreensivo.
Manter-se de pé é importante,
Mas saber levantar-se é imprescindível.

Encontrar pessoas especiais
podem nos ajudar a encontrar a direção.
a não desistirmos de nós mesmos.

Agora estou caminhando outra vez.
Eu posso ser forte.
Ou mesmo fraca.
Somos feitos de luz e trevas.
Basta escolher.
Basta optar.

Nem sempre é fácil resistir
Ou manter-se de pé.
Você conseguirá.
Eu vou conseguir.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Lamento encarcerado




Algumas pessoas criticam que só escrevo sobre escuridão, tristeza, solidão e amor, principalmente impossíveis. Acredito que cada autor gosta de um tema e esses talvez sejam os meus preferidos, apesar que tudo é uma questão de momento, sentimento e fato. Abaixo segue um pensamento, escrito por mim, para uma pessoa que ama outra, um intermédio do amor entre essas duas pessoas que gosto muito e os detalhes, é claro, não pertencem a mim, mas segue o pensamento foi feito com muito carinho...

Lamento Encarcerado
By: Monica Blue


Existe uma página de uma história que não começa com era uma vez.
Eu não sei para onde ela vai.
Não existem anjos, nem demônios.


Entradas ou escapatórias.
Há apenas uma heroína que me faz perder a cabeça.

Eu ainda estou surpresa e algumas vezes com medo demais
Mas eu tenho a força que vem de você.
Apenas diz que tudo que ficará bem.
Que esse fogo vai apagar em mim
E que eu encontrarei a paz que eu procuro.

Eu amo o jeito como você respira.
Entre um mundo de sombras e luzes.


O jeito que luta e se move.
Entre um mundo de verdades e mentiras.
Há algo mais forte que tudo que me faz dançar entre


morcegos e borboletas.
Pode parecer que não importa.

Você não sabe como me faz queimar por dentro querida.
Como meu sangue ferve só de ouvir você.
Não me diga que é uma mentira e eu não quero saber.
Eu quero alcançar o céu com você.

Diga que esse fogo que queima não vai doer futuramente.
Que não se transformará em lágrimas.
Porque não estou pronta mais para chorar.
Só quero sentir a magia que sinto com você.
Quero voltar ao paraíso com você.
Dançando entre fadas, anjos e borboletas.


Pecado, suor e desejo.
Apenas uma heroína que me faz perder a cabeça.
Porque sabe como algumas vezes amar dói demais.
Não quero viver de ilusões.

Apenas eu, você e a lua cheia.
Eu, você e as estrelas.
Nosso desejo contra o mundo.
Apenas uma luta contra tudo mais.

Por que o fogo que você acende em mim


me faz ter força para continuar.
Resistindo mais tempo nesta prisão em que vivo.
Tudo que importa é sair daqui.
Seja apenas minha heroína e me tire dessa solidão.

Desse inferno de insanidade.
Antes que a minha minha adaga companheira

corte minha carne provando que estou viva.

Apenas mostre-me que pode existir

um final feliz.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Lutando






By: Monica Blue






Lutando contra a morte.



Resistindo pela vida.



O únco pensamento na mente.



Você.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Quase pronto



Feliz porque o livro está quase pronto. Um anjo sussurrou em meu ouvido que em breve novas parcerias irão aparecer e nos ajudarão a colocar os nossos projetos para frente. O importante é acreditar!!!!

Mexendo nas minhas anotações antigas, de 2002, encontrei esse texto escrito por mim inspirado na música "Everybody hurts". Espero que gostem.

Beijinhos azuis.


By: Monica Blue


"O dia está cinza como a noite.

As estrelas estão solitárias em um céu noturno.

Como solitário é você.


Você afirma que não recebe o suficiente da vida

mas segura firme

nunca se entregou.


Escondeu o choro

jamais se lamentou.


Por que todo mundo chora

todo mundo sofre algumas vezes

Algumas vezes você erra.


Outras segue sozinho escondendo a dor.


Muitas vezes tenta desistir de tudo.

Você pensa que já suportou demais.

Mas reuna o resto de forças que ainda restam.

Por que todo mundo sofre.

Todo mundo se despedaça.

Então levante sua cabeça

Finja aquele sorriso dançando em seus lábios carmins.

E quando a solidão parecer demais.

Você não estará sozinho.

Há alguém cuidando de você.


Então acredite.

Segure firme.

Tenha fé


Por que todo mundo sofre alguma vez.

Todo mundo chora algumas vezes.

Não se deixe levar.

Segure firme.


Você não está sozinho."



quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

My body is a cage

Ando sumidinha do blog, perdoem-me, mas logo faremos uma revolução aqui. rsrs.
Hoje conheci uma música de Peter Gabriel que eu amo e me identifiquei imediatamente, parece que foi escrita para mim nesse momento que estou passando. Então, como não podia deixar de registrar aqui, está embaixo a tradução e o clipe. Espero que gostem. Beijinhos azuis *-*

Meu Corpo é uma Jaula
My Body is a Cage - Peter Gabriel)

Meu Corpo É Uma Jaula
Meu corpo é uma jaula,
que me impede
De dançar com aquele que amo
Porém minha mente segura a chave

Meu corpo é uma jaula,
que me impede
De dançar com aquela que amo,
Porém minha mente segura a chave

Eu estou em um momento
De medo e insegurança
É uma peça horrível,
Mas eles aplaudirão mesmo assim

Meu corpo é uma jaula,
que me impedeDe dançar
com aquele que amo,
Porém minha mente segura a chave

Você está perto de mim
E minha mente segura a chave

Estou vivendo em um momento
Que chama a escuridão de luz
E apesar de minha língua estar morta,
Suas formas ainda preenchem a minha cabeça

Estou vivendo em uma época
Cujo nome não sei
E apesar do medo me manter seguindo em frente
Meu coração ainda bate tão lentamente

Meu corpo é uma jaula,
que me impede
De dançar com aquele que amo
Porém minha mente segura a chave

Você está em pé ao meu lado
E minha mente segura a chaveMeu corpo é uma...

Meu corpo é uma jaula
Nós usamos o que nos foi dado
E só porque você esqueceu
Não quer dizer que esteja perdoado

Estou vivendo em uma época
Que grita meu nome à noite
Porém quando eu chego à saída
Não há ninguém à vista

Meu corpo é uma jaula,
que me impede
De dançar com aquele que amo,
Porém minha mente segura a chave

Você está perto de mim
E minha mente segura a chave

Liberte o meu espírito
Liberte o meu espírito
Liberte o meu corpo