sábado, 18 de setembro de 2010

I CAME FOR YOU


Just for a moment
Breathe
Close your eyes.
Be open to feelings.
Be honest with yourself.

I do not believe what I see
Parts of an intriguing puzzle.
I raise the floor by adding all
In my soul.
I can not quit now.

I know that.
I came for you.
Alone dancing under the stars
Waiting for dawn.

I look like a fool
When I see you.
My mind goes to a place just for us.
A magical moment
I can not doubt.
Just let your mind open
Let me in.

The door opened
And I came away with you.
Just believe that among us there is a story.
When you dream alone in the dark.
But now you need to know.

I fought for you
That will not lie
I'm here for you.

No matter what may seem
Maybe you still do not remember
Nobody can understand this feeling
What you eating inside.

I know it's true
My life is you.
So I came back.

Just try to remember.
I crossed the time to rediscover you.
Just to look in his eyes again.
Feel you near.
Being in his arms.

The feeling that something is missing.
Solitude in the crowd.
The demand for unfamiliar faces.

A dash.
A smile.
A look.
A song.

Fighting with the shadows
What you away from me.
Trying to find piece of my soul
Missing.
That went away with you.

Perhaps you remember.
I'm just here
For you.

Nice weekend for all.
Kisses

VOLTEI POR VOCÊ

Apenas por um momento
Respire fundo
Feche seus olhos.
Fique aberto aos sentimentos.
Seja honesto consigo mesmo.

Eu não acredito no que vejo
Peças de um quebra cabeças intrigante.
Eu levanto do chão juntando todas
Em minha alma.
Não posso desistir agora.

Eu sei disso.
Eu vim por você.
Sozinha dançando sob as estrelas
Esperando amanhecer.

Eu pareço uma boba
Quando vejo você.
Minha mente segue para um lugar só nosso.
Um momento mágico
Não tenho como duvidar.

Apenas deixe sua mente aberta
Deixe-me entrar.
A porta se abriu
E eu voltei por você.
Basta acreditar
Que entre nós há uma história.
Quando você sonha sozinho no escuro.
Mas agora você precisa saber.

Que lutei por você
Que não mentirei
Estou aqui por você.

Não importa o que possa parecer
Talvez você ainda não se lembre
Ninguém pode entender esse sentimento
Que te corrói por dentro.

Eu sei que é verdade
A minha vida é você.
Por isso eu voltei.
Apenas tente se lembrar.

Atravessei o tempo para te reencontrar.
Apenas para olhar em seus olhos outra vez.
Sentir você perto.
Estar em seus braços.

A sensação que algo falta.
A solidão na multidão.
A procura em rostos desconhecidos.
Um traço.
Um sorriso.
Um olhar.
Uma música.

Lutando contra as sombras
Que te afastaram de mim.
Tentando encontrar o pedaço da minha alma
Que falta.
Que foi embora com você.

Talvez você se lembre.
Que eu apenas estou aqui
Por você.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

RAINHA DA CHUVA

Para Bru...
Minha amiguinha vampira...

Os trovões e a chuva molham tudo.
A noite está úmida, sombria e todos tentam se abrigar.
Um vulto está caminhando tranquilamente
com sua capa de chuva preta.
Tantas ruas, tantos carros apressados.
Mas ela caminha lentamente.
Não se afeta, não se preocupa.
Apenas existem ela e a chuva.
Talvez eu já a tenha visto alguma outra vez.
Ela só tenta esquecer as coisas ruins da vida.
Esperando por um novo dia de sol.
Sabe que na sua casa há uma cama vazia.
O silêncio é dilacerante.
Seus olhos não podem ser mais tristes.
Esse é o tempo de buscar aquilo que pode levar a dor embora.
A chuva leva essa dor por alguns momentos.
Não se podem vencer todos os jogos.
Os pingos estão frios, mas a temperatura de seu corpo é a mesma
Eles até a acalentam.
O céu cinza a faz sentir-se voando para longe.
O caminho para onde vai é incerto.
Nenhum lugar é suficiente para fugir de si mesma.
O vermelho vai se espalhando.
Tentando colorir o chão por onde passa.
Mas sua alma é cinza, da cor do céu que a abraça.
Sonhando com o fim da escuridão.
De um momento de paz e salvação.
A rainha da chuva.
Já tentou matar esse animal selvagem que habita em sua alma.
Mas as tentativas foram em vão.
Já amou uma vez
Mas ele se foi.
Ama agora mas seu amor está muito longe de onde suas mãos
podem alcançar.
Os dias ficaram cinza desde então.
Seu coração só encontra paz sob a chuva.
Ou quando saboreia o licor da vida.
Gostaria de uma nova chance e voltar a se sentir viva
O sol batendo em seu corpo frio.
Apenas sonhos.
A realidade é outra.
É uma eterna caçada.
Até quando seguir?
Não há lágrimas para cair.
Apenas a melancolia.
Ah rainha da chuva!
Feche os olhos e volte a sonhar.
Não desista de encontrar o caminho.
Os trovões soam como música aos seus ouvidos.
Os relâmpagos são apenas fogos de artifício.
É tudo sua festa silenciosa.
Para a rainha da chuva.

domingo, 12 de setembro de 2010

O BECO


Há um beco
É muito escuro e violento.
Algumas pessoas se arriscam a passar por lá
Prendem a respiração e olhos vidrados de medo.
Existe solidão naquele lugar.
O silêncio toma conta.
O beco.
Uma lâmpada fraca e gasta tenta iluminar
Assim que o dia tem fim.
Apenas a vontade de se arriscar.
Sentir a adrenalina de passar por lá.
O beco.
Um coração apertado aos saltos.
Pensando em correr em um lugar sombrio.
O grito de pavor preso na garganta.
Ninguém pode ouvir.
Estreito e vazio.
O beco.
Risadas
Dentes
Pavor.
Alguns vampiros ao meu redor.
Não há para onde correr...
Apenas um anjo pode mostrar seu real poder aqui.
Salvando-me do perigo em seus braços.
Não há mais medo,
Não há mais risco.
Apenas seus olhos negros a me salvar.
Daquele misterioso
beco.
Quer saber mais sobre o beco? Leia Anjos Caídos.
Beijos e ótimo domingo!

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

ESPELHO

Leve minhas incertezas e inseguranças.
Quero encontrar o que perdi.
É tudo que eu preciso.
Meu pedaço do meu paraíso.

A mágica acontece distante de mim.
O reflexo no espelho mostra isso.
Outra pessoa, a mesma alma.
Como posso saber sobre o segredo do tempo?

A vida tem o momento de silêncio.
Quando as estrelas caem do céu.
A única coisa que me protege é a esperança.
Eu consigo chegar bem longe.
E ver quem fui.

Quando estava no paraíso.
Nos seus braços.
Será que só o encontrarei no céu?
É o mistério.

É a música que acalma.
O toque de um piano
Perdido no tempo e no paraíso.

Não há lugar para esconder.
A saudade de algo que não conheço.
Algo que me leva até você.

Como posso fechar os olhos
Para o paraíso que vejo em seus olhos?
Como posso esquecer
Seu doce sorriso?
Como posso esperar por algo que nem sei?

Vejo meu reflexo no espelho.
Então eu vejo claramente:
Metade de mim é amor
e a outra também.




Take my uncertainties and insecurities.

I want to find what I lost.

It's all I need.

My piece of my paradise.

The magic happens far from me.

The mirror image shows it.

Another person, same soul.

How do I know about the secret of time?

Life has a moment of silence.

When the stars fall from the sky.

The only thing that protects me is hope.

I can get very far.

And see who I was.

When I was in paradise.

In his arms.

Will only meet in heaven?

It's the mystery.

It's music that soothes.

The touch of a piano

Lost in time and in heaven.

No place to hide.

The longing for something

I don´t know.

Something that leads me to you.

How do I close my eyes

To paradise I see in your eyes?

How can I forget

Your sweet smile?

How can I wait for something that I don´tknow?

I see my reflection in the mirror.

So I see clearly:

Half of me is love

and the other too.

Kisses and Nice Weekend.

Beijos e ótimo final de semana!