quarta-feira, 30 de março de 2011

Sem mim


By: Monica Blue

Algumas vezes sinto que estou sem parte de mim.
Não que esteja brigada comigo mesma.
Talvez pelo simples fato de você existir
e não esteja aqui.

terça-feira, 29 de março de 2011

Eu




Saudade do que fui…

Lembrança do que sou…

Ansiedade do que serei.

Monica Blue

segunda-feira, 21 de março de 2011

Sexo sem compromisso


Domingo tedioso, cidade sem praia, única saída: cinema. Eu amo cinema então pra mim, foi ótimo sair do casulo em que internei esses dias para finalizar o livro novo e sair um pouco, ver gente, sentir o cheiro de ar condicionado misturado com comida, típico das praças de alimentação. Meu intuito era assistir o filme Cisne Negro, mas devido uma fila gigantesca e quilométrica quando finalmente consegui chegar no guichê do cinemark, já havia passado vinte minutos da sessão que eu queri, porque só hoje teria outra. Desagrado e frustração, claro, após uma hora e quarenta minutos em uma fila para assistir um filme, tive que atacar para o plano B. Então decidi assistir Natalie Portman, só que comédia romântica (justo o que estava evitando), mas vai lá, quem resiste ao jeito menino do Ashton Kutcher. Então, escolhido o filme "Sexo sem compromisso" que originalmente é chamado de "No Strings Attached", simplesmente me diverti. A comédia é muito interessante e aborda justamente o tipo de relacionamento sem compromisso que as pessoas querem ter hoje em dia, mas que no fundo o que todo mundo deseja é ser amado, é ter alguém para dormir juntinho, fazer carinho e trazer flores no dia dos namorados, mesmo que sejam cenouras ao invés de flores (cena do filme). Em um resumo bem rápido do filme, eles se conhecem em um acampamento com quatorze anos, e totalmente fora do contexto do lugar conversam sobre a vida, alguns anos mais tarde se reencontram e começam a ter uma amizade mais íntima o que leva a um acordo entre ambos de sexo sem qualquer compromisso, então a qualquer lugar, em qualquer momento um torpeda para o outro se encontram e acontece. Mas Emma (Natalie) e Adam (Ashton) acabam percebendo que as coisas nem sempre são fáceis assim.
Gostei muito e assistiria novamente. Hoje assistirei o Cisne Negro, ou então mudo de nome. rs
Quem gosta de comédia romântica, eu indico a dupla que me fez rir bastante no cinema ontem a noite.


FICHA DO FILME
Título original: No Strings Attached
Diretor: Ivan Reitman
Elenco: Natalie Portman, Ashton Kutcher, Kevin Kline, Cary Elwes, Greta Gerwig, Lake Bell, Olivia Thirlby, Ludacris, Jake M. Johnson, Mindy Kaling, Talia Balsam, Ophelia Lovibond Gênero: Comédia Romântica
Duração: 108 min.
Ano: 2011
Data da Estreia: 18/03/2011
Cor: Colorido
Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos
País: EUA

Beijos azuis!!!

domingo, 20 de março de 2011

Escuridão


By: Monica Blue

Não existe nada que eu possa dizer para você compreender o que se passa por dentro de mim. O que eu aprendi, o que eu sei, porque eu me deixei ir. Talvez seja cedo demais para entender.

Eu serei algum dia um vento passageiro que balança flores e faz borboletas voar. Quem sabe um dia eu viva para sempre.

Eu conseguirei entender o que dói tanto em mim, o que rasga por dentro como uma lâmina afiada me fazendo perder o fôlego e chorar tanto.

E se eu caísse em um precipício bem fundo? Você estaria lá para ver o quanto fundo eu cairia? Ou estaria lá para me salvar com suas asas? Impediria que eu pulasse?

Simplesmente não consigo dormir, nem consigo saber o que dizer, porque tudo que tinha dentro de mim eu perdi por culpa própria. Não há mais nada só o vazio.

Esperanças, sonhos, desejos todos se foram com a chuva escorrendo pelas ruas para os bueiros.

Agora eu sou apenas um corpo estranho caminhando e respirando. Sem rumo como algum zumbi sem comer cérebros.

Queria apenas ser como antes, quando acreditava em sonhos e borboletas.

Mas isso parece perdido para sempre. Um sorriso mentiroso brota em meus lábios enquanto brilho falso engana em meus olhos.

Será que ficarei bem algum dia?

Toda a minha vida eu só quis ser o melhor para tudo e todos, mas de que adiantou? O que eu sou? O que eu consegui? Um mundo que não me encaixo que me sinto a mulher invisível.

Ninguém pode ouvir o som de um coração dilacerado, de sonhos partidos e quebrados.

Alguém se importa com o que eu sinto dentro de mim?

Você pode ouvir quando eu choro sozinha de tristeza?

Há algum jeito de fazer um acordo com Deus para arrancar essa dor de mim?

Se houvesse eu faria.

Assim nada poderia me ferir, nem mentiras, nem falsas promessas.

Os trovões fazem barulhos, mas nada me assusta mais do que o silêncio da sua ausência.

Não me importo, não quero mais mentiras, nem sorrisos mentirosos, palavras falsas ou pessoas para me usem. Apenas porque eu quero ser boa demais. E não sei dizer não.

Não tenho medo de nada, nem de ventanias soltas nem mesmo de você me fazer infeliz.

Só quero me transformar em um vento e voar por aí.

Ninguém pode compreender uma alma quando ela se perde na escuridão.

Onde está meu anjo agora enquanto eu morro por dentro? Assiste tudo em silêncio? Ou está ocupado demais em alguma missão?

Eu me degrado, me distorço, me distancio cada vez mais da luz. Melhoro por fora e deterioro por dentro.

Há alguma forma de sentir alguma paz novamente, ou algum sentimento dentro de mim que não seja trevas?

Ainda existirá um fio de mim dentro da minha alma?

Algum raiozinho de luz?

quarta-feira, 16 de março de 2011

Mais um amigo


Hoje encontrei com meu amigo e mestre Luiz de Aquino, ex presidente da UBE-GO, poeta maravilhoso, escritor e jornalista. Conversamos bastante, pena que quando estamos bem acompanhados as horas passam rapidamente.
Vou postar aqui uma das poesias dele que eu adoro:
Saudade Descrita
Vontade de ouvir tua voz,
mas em perfeita sincronia
com o mover dos lábios.
De sentir o perfume
na razão direta da medida
linear da distância.
De saber do aconchego,
os teus cabelos
no bailar dos meus dedos.
Vontade mesmo
de sentir seus lábios
calando os meus.
e do teu corpo
a aquecer-me a pele
e acender-me os hormônios.

Será que te amo?
(Poesia do livro: De amor e Pele - Série verso - Editora Kelps e UCG)

AMIGO

Eu e o Dean ontem, para alguns Bilo, para outros Anderson, para mim, Dean.

Acho que o mais precioso dos presentes é um amigo verdadeiro, daquele que podemos contar sonhos e dividirmos segredos. Esse é o meu Dean, o cara inquebrável, que por mais que tentem ele sempre retorna inteiro e mais forte, talvez se o superman fosse humano teria minhas dúvidas...


Ele sabe o quanto é importante pra mim e eu sei o quanto ele odeia fotos. hahahhaha.


Dean vc mora no meu coração.

NÃO ESMOREÇAS


"Quando o desânimo te ameace, porque os teus melhores planos parecem desfeitos;


Quando a sombra da tristeza te invada o coração dolorido, à vista dos desenganos que nunca esperastes; Se recursos te faltam para o imediato recomeço de tarefas que aspiras a restaurar.


E se os próprios amigos desaparecem, não esmoreças e não perca a esperança.


Trabalha como e onde puderes, servindo sempre, na certeza de que trazes, contigo, a força do companheiro fiel que jamais te abandona, porque tens DEUS.


(Emmanuel)


Mexendo nas minhas coisas em um momento de tristeza me deparei com essa mensagem e achei muito importante e resolvi dividi-la com vocês.


Beijos azuis

terça-feira, 15 de março de 2011

Mulher Acorrentada


Eu ouvia essa música quando tinha quatorze anos e na época eu achava linda, mas talvez não a compreendesse direito, hoje, entendo perfeitamente e infelizmente muitas mulheres são escravas e são presas em correntes, correntes e jaulas que acabam prendendo suas prórpias almas em lugares obscuros. Onde não tem como respirar.
Espero que elas consigam a liberdade, assim como eu desejo que consiga um dia...

Woman In Chains
Tears For Fears
Composição: Roland Orzabal
http://www.youtube.com/watch?v=67znP8MRm4Y&feature=fvst


Mulher Acorrentada


É melhor você gostar de amar é melhor você se comportar
É melhor você gostar de amar é melhor você se comportar

Mulher acorrentada

Mulher acorrentada

Chame seu homem

"A Grande Esperança Branca"

Diga que ela está bem

Ela sempre lutará

Mulher acorrentada

Mulher acorrentada

Bem eu sinto que mentir e esperar

É uma atitude pobre de um homem

(atitude pobre de um homem)

E eu me sinto desesperançadamente oprimido

Pelos seus olhos de aço

(seus olhos de aço)


Bem, é um mundo que enlouqueceu

Mantendo a mulher acorrentada

Mulher acorrentada

Mulher acorrentada

Negocia sua alma como pele e osso

(É melhor você gostar de amar, É melhor você se comportar)

Vender a única coisa que ela tem

(É melhor você gostar de amar, É melhor você se comportar)

Mulher acorrentada

Mulher acorrentada

Homens de pedra

Homens de pedra

Bem eu sinto no fundo do seu coração

Há feridas que o tempo não pode curar

(feridas que o tempo não pode curar)

E eu sinto que alguém em algum lugar

Está tentando respirar

Bem você sabe o que eu quero dizer

É um mundo que enlouqueceu

Mantendo a mulher acorrentada

Está sob minha pele mas fora das minhas mãos

Vou destruir-lo mas eu não entenderei
Eu não aceitarei a grandeza do homem

É um mundo que enlouqueceu

Mantendo a mulher acorrentada

Enlouquecido

Mantém a mulher acorrentada

Então liberte-a...


xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Linda música.


Beijos azuis!

sexta-feira, 11 de março de 2011

Estamos rezando por você JAPAO


Diante da tragédia do Japão não posso me calar...
By: Monica Blue
O triste de tudo é que somos maus com a natureza. Há milhões de ano ela agüenta calada, sofrendo, sentindo, e sempre nos fornecendo aquilo que necessitamos. Somos superiores e elas devem isso a nós? Nunca. Somos criações como ela, e fazemos parte do universo criado por um ser supremo que fez tudo em seu exato lugar para que pudéssemos sobreviver. Cada verme, cada folha, cada animal, cada um de nós tem um papel importante no equilíbrio desse planeta azul. Somos uma união que se completa desde o mínimo. Temos a sorte de termos polegares, de sermos dotados de inteligência para saber distinguir o bem do mau. Nascemos com a propensão de nos tornarmos bons ou ruins, de contribuirmos ou usufruirmos e usarmos a natureza ao nosso prazer. Podemos utilizá-la de maneira racional, sabendo que tudo se acaba, mesmo o que Deus criou para nós.
A natureza não tem voz, ela não reclama, ela não chora, era simplesmente se vinga, e a forma de fazer isso é destruindo, através de tempestades, tsunamis, tornados, etc. É a voz dela dizendo que não a respeitamos e que estamos extrapolando, passando dos limites. Na época de Noé houve uma arca, mas e agora? O que será de nós? O mundo realmente acabará em 2012? Acho que não, talvez haja uma mudança, de pensamento, muitas pessoas morrerão para que sejamos capaz de perceber isso. Que somos inteligentes, mas não onipotentes. Estamos aqui por empréstimos, como uma escola, para aprendermos, para compreendermos a imensidão Daquele que criou tudo.
Sofro e me compadeço, de tantas vidas que são necessárias para se perderem, de tanta dor, de tanto sofrimento e de tanta miséria que não podemos impedir após anos de descaso. Somos culpados por nos omitimos enquanto a natureza simplesmente é explorada.
Hoje eu estou triste, em luto, por aqueles que foram surpreendidos por esse grito da natureza, por esse momento que começa, o momento da transformação. Sei que é apenas o começo e muitos ainda serão levados, e muitos sofrerão com a fúria incessante da mãe. Aquela que nos fornece os frutos, a sombra, a beleza e a paz. A cada dia que vejo o amanhecer eu agradeço, porque o sol nos fornece a energia suficiente para que o dia seja intenso, e mesmo que as nuvens da chuva molhem tudo e escondam os raios que esquentam, essa chuva nos fornece o verde e o alimento, as frutas, os grãos e as verduras. A lua, as estrelas, o ar, o vento, toda a paz que ela nos transmite.
Somos responsáveis pelas catástrofes, na nossa correria e no nosso dia a dia corrido, esquecemos de olhar para as maravilhas necessárias feitas para nós, por nós e para que nós sobrevivermos.
Só me resta orar, e pedir por aqueles que foram parte dessa tragédia, que estiveram no lugar em que ela começou a demonstrar que estamos agindo erradamente. Será que acordaremos após isso? Quantas vidas serão necessárias para que possamos compreender que o mundo é bem maior do que nossas pequenas vidas?
Compadeço-me e imploro para que essas vidas tenham um caminho para a luz, que eles consigam encontrar a paz, assim como as famílias que ficaram e perderam seus entes queridos. Eu já perdi alguém que era minha vida e sei que a dor é insubstituível e jamais curada, mas o tempo ameniza.
Estou com vocês, onde quer que estejam e minhas orações pedem paz para esses corações, porque nada será o mesmo sem aqueles que amamos, mas podemos continuar, porque a vida continua, mesmo que do outro lado, e o que nos faz forte é a esperança que Deus não nos fez para sermos meros bonecos, mas para sermos seres inteligentes e que aprendem a cada dia, a cada tombo, a cada dor, a cada martírio e ao chegarmos ao outro lado, teremos as recompensas que merecemos e se for necessário, voltaremos novamente com outra roupagem para terminar aquilo que não conseguimos concluir.
Acreditem... a vida continua...
A natureza não se vinga, ela somente reage.
Estou rezando por vocês JAPÃO...

terça-feira, 8 de março de 2011

SER ESCRITORA




By: Monica Blue

Há mistérios que nunca serão resolvidos, nossas mentes abstratas podem viajar e criar mil histórias, fictícias ou não, apesar que toda história por mais fantástica que seja, tem uma luz na realidade, algo que se transforma e passa a ser fantástico. Acredito que toda arte é rodeada de mistérios, por exemplo, uma música, um livro, um poema, um filme, eles vieram de algum lugar, de onde veio essa inspiração? De algo que realmente existe, algo real, que nos dá o pé para desenvolver outra e outras ideias. Amo mistérios e amo desvendá-los, criar personagens, mundos e dar vida a tudo isso é extremamente exitante. Será que o escritor é imagem e semelhança realmente de Deus, conseguindo transpor o real e criar um mundo imaginário. Está Harry Potter que não nos deixa mentir. Nárnia, e tantos outros mundos criados a partir de pedaços de sonhos e criatividade. O real nos dá o ponto inicial e resta-nos continuar e desenvolver aqui tranformando em algo mágico. Ser escritor é uma benção, é um presente e uma responsabilidade. Não tenho pretenção alguma de me tornar um Paulo Coelho, uma Zíbia Gasparetto, Clarice Liespector, Cecília Meirelles, Anne Rice, J. K. Rowling ou mesmo Ágatha Cristy e Sidney Sheldon. Eu escrevo pra mim, para satisfazer. As histórias e os personagens me escolhem e só me resta desenvolver o que me contam. É uma ponte entre o real e o imaginário. Já pensou em discutir com um personagem porque ele quer uma situação e você quer outra? Passo por isso constantemente. É uma troca. Ele me conta sua história, eu a sinto e a escrevo e isso é mágico, isso é ser importante. Idéias não brotam do nada. Para mim, uma frase de uma música, uma frase de um filme, um out door na rua, um poema, de repente eu tenho um estalo e tudo desenvolve. Ser escritor é ser um mágico das letras. É saber usar, dançar, criar, envolver. Eu amo escrever e não existe nada mais importante que isso, que expressar a vida desses personagens que clamam para terem suas histórias contadas. O meu livro abriu portas para que muitos conhecerem um pouco de mim, da minha história. O novo livro foge um pouco da temática fantástica, ou talvez não, vai depender da interpretação de cada um.

Viver é uma aventura e escrever é viver essa aventura inensamente porque você pode fazer dos seus personagens aquilo que quiser, ambientes que quiser, e passar a mensagem que quiser.

Ser escritora é gratificante e quando recebo mensagens e apoio como da Thamy, da Dany, Endenilton e de tantos outros que me apoiam, só me resta a agradecer, e pensando neles, com muito carinho e cuidado tenho feito o novo livro que logo estará disponível. Por que vocês fazem parte disso, vocês caminharam desde o começo ao meu lado, sem esquecer da Renatinha, Ina e as outras meninas do Fã clube TW GYN. e da Rayne e Bruna que presidenciam o meu fã clube e são minhas parceiras que conto para tudo, auxiliam em cada dúvida em cada momento. E agora a Becky que entra no time cheia de ideias e disposição. Algumas coisas acontecem inusitadamente e é surpreendente. Ter vocês em minha vida é um presente e é o meu maior sucesso essa ligação que temos. Que venha o novo livro par atrabalharmos em cima.

Obrigada a todos que tem me ajudado nessa caminhada longa e complicada que é ser um escritor em um país que tem recistrições à leitura, principalmente esse tipo de leitura que ainda é discriminada, por isso conto com vocês para a divulgação do próximo livro e que possamos fazer um lançamento muito melhor e mais alegre que o outro.

Obrigada por tudo seguidores e amigos que me apoiam tanto.

Beijos azuis

domingo, 6 de março de 2011

Sonhos



By: Monica Blue

A vida é uma guerra, muitas vezes injusta. Desde que somos biologicamente preparados para nascer temos que lutar, milhões de espermatozóides lutam para acertar o óvulo e neste momento começa uma soma de lutas para vencer. Você aprende que tem que se destacar, ou simplesmente deixa-se ser ordinário, igual aos outros, nem você presta atenção em você mesmo. Ser mais um na multidão, sem perspectiva, sonhos ou vontade. Aceitar o que vier. Desperdício de vida...
Nada vem ao acaso, nada vem sem luta, alguns precisam lutar uma vida inteira, outros uma luta por dia. Realizar um desejo podia ser fácil como nas histórias de contos de fadas, uma fada madrinha, um gênio ou mesmo uma estrela cadente, basta pedir e acontecer. Só que na vida real exige suor, lágrimas e sangue.
Eu aprendi desde pequena que não nasci para esperar ou para ser ordinária, ser comum, ser mais uma. Cada dia sempre foi uma luta, muitas vezes fui derrotada, mas jamais me deixei vencer. A dor de muitas perdas sempre ficaram cravadas e me acompanham, para alguns isso é motivo para desistir. Para mim, foi o motivo para continuar. Eu acredito no impossível e não desisto de sonhar. Sou consciente que alguns sonhos são bem mais difíceis de realizar, mas enquanto estamos vivos existe a possibilidade e me agarro a ela.
Destino. Ele é mutável, a cada caminho, bifurcação, escolhemos e o livre-arbítrio nos leva a outro caminho e assim sucessivamente, vamos trilhando e fazendo nossa própria história, o que acho a respeito do destino é que existam algumas situações que precisamos passar para aprendermos, compreendermos e nos melhorarmos, ou mesmo vivenciarmos.
Sonhos devem ser projetos, se você acredita e quer, você cria meios, metas e segue. Independente se te digam que é impossível. Siga o seu coração. A vitória não é para acomodados. É para aqueles que não desistem a cada tombo, a cada pedra, porque tropeçamos em pedras pequeninas, mas não podemos ficar no chão para sempre. É preciso levantar e voltar a olhar para o horizonte. Todos são aptos a realizar seus desejos e sonhos. Basta que lutem por isso e desejem do fundo da alma.
Você precisa primeiramente acreditar em você, em sua potencialidade, sua energia muda e te guia, te leva em frente. Lembre-se que podemos alcançar o céu. Antigamente era impossível imaginar que pudéssemos voar, mas teve alguém que acreditou, sonhou e planejou, graças ao seu desejo de ser vencedor hoje podemos ir a lugares rapidamente e chegamos ao céu através de aviões, balões, asa deltas e etc.
Sonhos são possíveis e através dos nossos sonhos podemos mudar o mundo, mesmo que o mundo de um simples alguém, mesmo que seja apenas seu próprio mundo interior. Não há sensação mais gostosa do que o prazer de realizar um sonho de saber que todo aquele caminho difícil e tortuoso que seguiu não foi em vão. Cada tentativa, cada momento de desespero, desilusão, lágrimas e até mesmo a solidão. Mas você chegou lá, onde você queria e diante disso você diz a si mesmo. Eu posso!
Sim, você pode. Todos nós podemos. Eu tenho meus sonhos e são tantos! E a cada dia que eu realizo um eu crio mais força para realizar outros, como um lista em que você vai riscando aquilo que adquire. Não é fácil.
Hoje me sinto uma privilegiada porque consegui alcançar mais um objetivo. Foi difícil, foram seis meses de luta, lágrimas, sofrimento, dor. Mas hoje, eu posso dizer que eu realizei mais um dos muitos sonhos. E isso me faz forte, e me tira do chão. Nesses momentos eu digo a mim mesma que posso voar e tantas vezes que me comparei a uma borboleta valeram a pena, de lagarta hoje me sinto borboleta.
Sei que esse ano é o ano de colher os frutos, e de várias mudanças, estou preparada para cada uma delas, com a cabeça erguida e os olhos cheios de emoção.
Hoje eu me reencontrei, depois de me reinventar. Superei, cresci. Consegui compreender que as dores da alma e do coração podem ser transformadas, mesmo que demore vidas para conseguir se resolver essas dores. Eu comecei hoje a fechar essas feridas abertas, é como se tivesse uma nova oportunidade de começar de onde parei da outra vez, só que agora com o conhecimento necessário para não errar de novo.
E você faz parte disso. Porque o antes retornou, de uma forma que uma ponte se abriu tornando possível que tudo se transformasse. Cada um há seu tempo percebe esse momento único do despertar. Eu despertei para mim mesma, consigo ver que o caminho que havia tomado de autodestruição por não te encontrar me dificultava e me afastava de reencontrar você, mas agora é diferente porque eu acredito que é possível. Mesmo que todos achem impossível. Um dia o véu cairá dos seus olhos, assim como caíram dos meus. Eu não tenho pressa.
Enquanto isso, vou realizando outros sonhos importantes e sei que você seguirá realizando os seus e em algum lugar nós escolheremos o mesmo caminhos que nos levará ao reencontro e quem sabe uma oportunidade de um caminhar paralelo, juntos, na mesma estrada, ou ao menos, sabendo que caminho o outro tomou e mesmo de longe um possa cuidar do outro.
Para alguns pode não ser nada, para outros pode significar tudo. Sei que uma porta se abre hoje. Você sentirá isso dentro de você. Talvez através de sonhos, ou saudade de algo que nunca viveu ou teve. O mistério que incomoda desde que você nasceu, um quebra-cabeças que sempre faltou uma peça, algo que sente e que se transforma através daquilo que você não compreende, mas que mostra ao mundo para que faça algum sentido. E faz. Acredite.
Talvez não faça sentido agora, ou faça. Essa desesperança vai se transformar porque eu acredito em você e não esqueço a promessa.
Esse sonho se tornará realidade, eu sei e você sabe.
É só uma questão de tempo.
É só uma questão de luta.
E eu estou pronta para realizar, estou pronta para lutar.
E você?

terça-feira, 1 de março de 2011

Queria afogar o tempo


Por: Monica blue

Queria afogar o tempo
passado, presente futuro
apenas por um momento.

Queria afogar o tempo.
esperando que a dor de outrora
fosse como folhas de outuno
e simplesmente fosse embora.

Queria afogar o tempo
Não ter que pensar no que fazer
nem quando
nem por quê.

Queria afogar o tempo
para ter o controle do universo
desenhar um caminho
ou simplesmente
viver ao inverso.

Queria afogar o tempo
Apenas para te ver mais uma vez
Ouvir a música tocar
Lembrar como é amar com insensatez

Queria afogar o tempo
Olhar pela janela
Como fazia em algum lugar no passado
Esperando você chegar.

Queria afogar o tempo
Entender por que tudo isso acontece
Quando o sol ilumina tudo
E você brilha quando escurece.