terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Entrevista na PUC




Hoje o dia começou animado e cedo. Fui entrevistada pela turma de jornalismo da PUC, o Edenilton me convidou e foi ótimo, amo literatura fantástica e falar sobre esse assunto, sobre Harry Potter e a influência desse segmento de literatura nos jovens foi demais.



Abaixo algumas fotos para sentirem o gostinho, foi tudo de bom.

Obrigada pessoal. É sempre um prazer conversar sobre literatura.

Beijos azuis







segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

HAPPY VALENTINE´S DAY

Hoje é o dia dos namorados na terra do tio Sam, e como muitos leitores do blog moram lá, abrimos esse espaço para eles. E para os brasileiros também. Caso se sintam empolgados, escrevam um conto dizendo como seria o Valentine´s day perfeito.


O amor...

Sentimento que nos faz sonhar, chorar, esperar. Vem a qualquer momento, hora, não manda aviso, ou nos deixa escolher, simplesmente acontece. Ou não.
Algumas pessoas amam em uma vida diversas vezes, outros amam a mesma pessoa a vida inteira e tem aqueles abençoados que amam e são amados pela mesma pessoa durante toda sua existência.
Desde que fomos criados e separados em várias partes e espalhados na imensidão do universo, buscamos a parte que nos falta. Que nos fará rir quando queremos chorar, que será nossa voz quando não conseguimos falar, a música que nos fará dançar, aquele suporte que não pode faltar, que nos segura para que não caiamos no abismo da tristeza.
O dia dos namorados nos faz refletir, claro que como as outras datas comerciais, foi criada com intuito de vender, fazer com que os apaixonados gastem e os solitários se sintam rejeitados e chorem em silêncio. E os esperançosos que o cupido acerte seu coração e o de outro alguém.
Ah amor complicado! Amor não precisa de datas, para quem ama, todo dia é dia dos namorados, é dia de olhar para o céu e ver o quanto está estrelado, ouvir a música no ar, os sinos a tocar, a brisa envolver seus corpos e suas almas.
Livros, filmes, canções, esbanjando histórias com encontros apaixonados, melosos e eternos. Laços criados, imaginados e vividos intensamente até que a morte os separe... quer dizer até que as desilusões os separe, as reclamações, a falta de respeito, a falta de compreensão os separe. Existe aquele que é forte suficiente para sobreviver à realidade, as dores de cada dia, apoiar o outro e acreditar que a cada obstáculo vencido é uma vitória obtida então há uma grande possibilidade desse amor se estender até além do túmulo.
Acredito que nem a morte é capaz de destruir um grande e verdadeiro amor. Ele fica marcado na alma, como uma cicatriz eterna, para fazer você lembrar que ali está. Para sempre. Como as verdadeiras promessas.
Se a alma é eterna, o amor também é. Isso para mim é fato. E esse amor pode ficar adormecido, por vidas, por eras, por algum tempo. Basta apenas um olhar, um toque, uma música, voz ou gesto, para que a caixa se abra e liberte esse sentimento tão puro e magnífico para transformar tudo a nossa volta. É o que muita gente chama de almas gêmeas. É aquele amor incondicional, independente de cor, raça, religião, sexo ou nacionalidade. É um amor que une, mesmo que corpos distantes, vidas diferentes e realidades completamente distintas. Bem aventurados aqueles que conseguem encontrar essa outra metade. É uma fonte de água pura e cristalina saciando os sonhos mais íntimos e indescritíveis.
Infelizmente a maioria das pessoas não encontra esse amor especial, eterno, de alma. Claro que com as redes sociais e as facilidades para viajar para outros lugares tem ajudado o encontro dessas almas que tanto se buscam e se desejam. O importante é não desistir de procurar, é buscar, sentir, viver.
E se for difícil e não encontrar? A vida está aí para ser vivida, e mesmo sem alma gêmea existem outros tipos de amor. Diversos e divertidos. Então se divirta! O importante é amar.
Se você prefere ficar sozinho esperando o grande momento do encontro, então saiba que existe um amor ainda maior que o de almas gêmeas e também pode fazer coisas magníficas na sua vida, transformar tudo à sua volta. Chama-se AMOR PRÓPRIO.
Então, amando ou não, esperando ou não.

Feliz dia dos namorados!!!
Ou
Happy Valentine´s Day!!!



Infelizmente o cupido não é a prova de balas. rsrsrsrs

Amem, divirtam-se e o mais importante: SEJAM FELIZES!!!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

PALAVRAS DA ALMA


Como eu já disse anteriormente, o meu maior sucesso com o livro Anjos Caídos foram as inúmeras pessoas que conheci, principalmente algumas que de alguma forma me inspiram e me fazem continuar a trilhar o caminho. Percebo através delas que o que escrevo faz alguma diferença. Para minha sorte, alguns brilhantes e talentosíssimos tem me procurado e temos trocado muitas idéias, acabamos nos tornando verdadeiros parceiros no mundo mágico da literatura. Confiam em mim contando suas ideias e isso faz com que eu me sinta muito especial.
Ainda tenho um longo caminho a percorrer, estou engatinhando, mas a experiência que eu tenho me mostra que o mais importante do que aprender é ensinar aquilo que se sabe, e tenho vivido muito isso.
Algumas são espelhos, olhos nos seus olhos e me vejo quando tinha as suas idades, cheia de ideias e sonhos, procurando alguém que me conduzisse ou me mostrasse um caminho.
Sejam todos bem-vindos ao meu mundo.
Recebi uma poesia linda de uma amiga a Dany Freitas e gostaria de postar aqui para que conhecessem.
Espero que gostem.
Obrigada Dany e continue a escrever.

Palavras da alma
Por: Dany Freitas

Eu aqui ouço o vento uivar
me parece um protesto de dor
será que ele já perdeu um grande amor?


Agora ele se acalma e apenas
sussurra como se tivesse algo a dizer
mas porque eu não entendo o que
o vento quer me dizer?


Fecho os olhos e me recordo
como era te amar
não sei o porque faço isso sabendo
que eu não posso mais te tocar
e assim uma lágrima não demorará
a me escapar.

(Daniela Freitas)

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

CONTO: JUNTOS PARA SEMPRE

Meu conto que ganhou o terceiro lugar no concurso do Tower of reading.

JUNTOS PARA SEMPRE
By Mônica Blue





Cabelos vermelhos ao vento, leveza e rapidez, enquanto eu corpo se transformava banhado pela luz prateada. Ela sentia-se livre, focinho, pêlos, garras, mesmo que fosse uma tentativa de fugir de si mesma.

Finalmente exterminara seu algoz. Com requintes de crueldade? Talvez. Seu desejo se misturara ao instinto de fera. E isto destruiu completamente o sorriso encantador dele. Arrancara-lhe o coração, literalmente. Assim jamais faria alguém se apaixonar por ele, tirando a mortalidade de suas vítimas, suas esperanças.

Houve um tempo que ela acreditou que pudessem viver romanticamente, pacificamente, mas é claro, seria impossível, um vampiro traidor e uma lupina crédula. Ela confiou nele, até que ele a enganara, a deixara em uma emboscada preparada para ele. Uma traição imperdoável. Fora estudada, espetada, machucada, ficara semimorta, quando conseguiu por sorte do destino de garras se libertar de seu cativeiro frio e sombrio.

Agora a história teve um final, trágico para um conto de fadas, mas revigorante para ela. Ainda sentia o sangue dele em sua boca, gosto de metal. O último resquício que um dia ele existiu. No seu coração agora reinava a paz e o vento. Aqueles olhos azuis esverdeados e aquele sorriso enigmático jamais destruiriam outro coração.

O coração dele agora era um pingente pendurado em seu pescoço, dentro de um coração de metal lacrado.

Agora ficariam juntos para sempre, sem que ele tivesse chance de traí-la novamente.

Música inspiradora: Delain – April Rain

(http://towerofreading.blogspot.com/2010/10/miniconto-juntos-para-sempre-ml-blue.html)

Gostou? Então comente.

Não gostou? Comente também!

Estamos de volta com muitas novidades para 2011... Aguardem.

Beijinhos




quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

A prova de balas


Para os muitos corações quebrados em uma semana cruel.
By: Monica Blue

Levantando dos escombros da minha solidão.
Libertando-me da minha própria prisão.
Sigo em frente curando algum possível arranhão.
Apenas continuo.

Eu algumas vezes desisto.
Mas me refaço em um segundo.
Como estrelas que brilham permanente no céu.
Mesmo que não estejam mais lá em seu mundo.

Se eu visse uma estrela cadente.
Pediria apenas para que fosse tudo diferente.
A vida tomou rumos inesperados.
Pareço um pouco dormente.

Só que agora eu estou mais resistente.
Sou a prova de balas.
Sou a prova de fogo.
Prove um pouco do que quero mostrar como sobrevivente.

Tirarei as dúvidas que amargam seu coração.
Algumas coisas simplesmente não são para ser.
Outras não tem como saber.
O importante é não ser apenas mais uma na constelação.

É divertido ou não?
Escolha apenas uma opção e siga em frente.
Uma hora os aplausos acabam e as cortinas se fecham.
Aonde você vai se esconder então?

O azul fica escuro.
Quando a luz do sol dá lugar à luz da lua.
E eu desejo você nesse momento.
Em qualquer lugar próximo ao muro ou na rua.

Só que não existe Jeanie, nem Thinker Bell.
Somos apenas você e eu.
Dividindo o mesmo céu.
Fazendo pedidos para as mesmas estrelas cadentes.

Não deixarei meu coração virar bola de futebol
Agora está protegido por paredes de papelão.
Só que meu peito está blindado.
A prova de balas.

Olhe em volta o quanto segui seus passos.
Encaixei todos os sinais que me levaram até você.
Sei à hora de retornar ao ponto inicial.
Desejo, desejo, desejo.

Espero que não seja ponto final.
Apenas uma vírgula e tal.
Agora estou pronta para você.
Estou a prova de balas
E a prova de fogo.