sexta-feira, 14 de maio de 2010

VOANDO


Enquanto alguns assistem ao último capítulo da novela descobrindo quem é o pai do filho da Dora, rs, eu vou dar uma palhinha pra vocês do que está por vir.


“Eu estou tão alta que posso voar.
Pelo céu azul.
Serei uma heroína com asas de águia.
Voando por aí.

Eu estou tão feliz que posso sorrir.
Pela noite escura.
Serei uma estrela com luzes brilhando.
E nada poderá me parar.

Eu estou tão encantada que posso sonhar.
Pelo mundo de morfeu.
Serei amada como uma mocinha de cinema.
E eternamente beijada.

Eu estou tão atenciosamente observada.
Pelo que está a minha volta.
Serei uma coruja pura inteligência saltitante.
E uma escritora de primeira.

Eu estou tão forte que meus medos se foram.
Para algum lugar bem distante.
Serei uma guerreira que não perde a batalha.
E nada fugirá das minhas mãos.

Estou voando, como uma borboleta no jardim.
Estou dançando, como uma fada em uma mata.
Estou seguindo, como quem segue uma estrela cadente.

Um desejo.
Apenas um e tudo se transformará.

Voando, dançando, amando, sendo feliz.

Dentro de mim.
Palavras me consomem.
Ideias fervilham.
Heróis nunca desistem de uma busca.
Segure-se bem, porque irei encontrá-lo.
Voaremos nas asas de uma águia.
Assista ao fim desse jogo.
Só temos a ganhar.”


Beijinhusssssssssssssssssssss

2 comentários:

Blyef disse...

Verdade.

Nada melhor do que lutar, plantar e colher os resultados dos nossos esforços... A poesia é inspiradora, chega dá vida até aos mais desanimados (leia-se: eu, uashduadhsudahsuhdas).

Muito boa *-*

Kate Denali disse...

tia Mônica, suas poesias são perfeitas.. eu até estou postando elas no meu blog.. eu amo poesias, quem dera eu tivesse a sua imaginação para demonstrar meus sentimentos em um pedaço de papel..

te admiro muitissimo!
espero que mantenhamos contato,
beijoss
Laura